Anoitecer Da Cavalaria Ou O Nascimento De Um Mito? 2

Anoitecer Da Cavalaria Ou O Nascimento De Um Mito?

A cavalaria medieval foi uma universidade militar, política, econômica e social de extenso relevância. O caminho de vida de um cavaleiro era, geralmente, a de um homem de nobre berço que, tendo servido em sua primeira juventude como pajem e escudeiro, era desta maneira ceremonialmente promovido pelos seus superiores, ao posto de cavaleiro.

Ao longo da solenidade, o aspirante costumava prestar o juramento de ser corajoso, leal e cortês, como este pra salvar os indefesos; o que se denominava o código de cavalaria. No início, não havia homem por nascimento, melhor que os outros, uma vez que todos descendiam de um mesmo pai e mãe. Mas quando a inveja e a cobiça se apoderaram do universo e o poder se impôs a respeito do justo, certos homens foram apontados como garantizadores e defensores dos pobres e dos humildes.

A instituição da cavalaria medieval está ligada à história dos guerreiros a cavalo no reino de França que surgiu da decomposição do Império carolíngio (França occidentalis). No encerramento do século X, os cavaleiros se tornaram o corpo humano militar mais respeitável, em frente à infantaria comum, acumulando um crescente poder político. O exercício do poder pelos cavaleiros foi possível por causa de só eles possuíam o primordial treinamento militar e a riqueza bastante pra conservar as armas e os cavalos necessários pra poder montar a tua forma típica de combate.

Os cavaleiros nasceram da inevitabilidade de proteger os domínios feudais (nobres ou eclesiásticos, ambos vinculados nas mesmas famílias) contra todos os tipos de oponentes, incluindo os saques e rapinas e os salteadores de estradas. Desse jeito, a cavalaria foi um exército de coacção. Os cavaleiros defendiam os interesses daqueles de quem dependiam, isto é, os senhores que lhes mantinham; o que entre outras coisas significava garantir a cobrança das cargas impostas aos camponeses. Do mesmo jeito na origem dos cavaleiros predominava o espírito de vallase a mamar, nos primeiros relatos artúricos dava-se superior ênfase ao valor militar, para os feitos de guerra e as especificações das disputas.

Dentro desta estrutura feudal, os senhores mantinham uma rivalidade que um senhor lhes havia concedido, em troca de render homenagem e prestar serviço com as armas. Por sua vez, este senhor podia ser vassalo de outro senhor mais poderoso, ou o cavaleiro ser servido pelos outros cavaleiros de inferior hierarquia.

O avanço da cavalaria teve espaço em França para os séculos XII ou XIII, pela mesma época em que os relatos artúricos, mas se construiu e tomou forma em um fato europeu. Os primeiros relatos (canção de Rolando) a cavalaria ou cavalheirismo se identifica com a ação valentia no campo de guerra.

  1. Ponto de venda
  2. (338a) Meteorologia (Meteorologica)
  3. Faça concursos com teu próprio hashtag pra poder monitorizarlo e trabalhar a imagem da tua marca
  4. 4 Anos 1970: Guerra do Vietnã e a recessão do Médio Oriente
  5. Acusam de terrorismo, uma mãe trabalhadora de 21 anos.[467]
  6. Perto do inimigo
  7. vinte e nove e 30 de Abril – Hiroshima – Uenogakuen Hall
  8. A pele está em contato direto com a sujeira, poeira, radiação, micróbios

no entanto, por intermédio do século XII, esta é entendida como um código social, moral e religioso de conduta cavalheiresca, enfatizando as virtudes de valentia, honra e serviço. Os cavaleiros devem suportar sacrifícios pessoais para cuidar aos ideais e às pessoas necessitadas. Isso significa optar por conservar verdade a todo gasto. O valor não significa arrogância, contudo ter vontade de fazer a coisa certa. Esses personagens tinham um vasto valor, capazes de combater com grande bravura contra seres superiores que mantinham as pessoas dos povos pávidos.

Os cavaleiros eram capazes de defrontar pessoas com maior competência pra lutar, sem verificar decorrências. Tais como: No recurso de tomada de Valência Pedro Bermúdez, Álvarez Fañez e Muñoz Guztos lutam heroicamente contra um exército muito superior do que eles. Os cavaleiros juraram no momento em que eram promovidos defender seus senhores e senhoras, suas famílias, tua nação, as viúvas , os órfãos, e para a Igreja. Os cavaleiros que tinham uma robusto fé em Deus lhes permitia conduzir a cabo toda uma vida de sacrifícios e sem desabar em tentações, dando-lhes raízes e expectativa fortes contra os malvados do mundo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima