Como Você Gostaria Que Lembrassem? 2

Como Você Gostaria Que Lembrassem?

Nilda Elvira Vattuone, conhecida como Nelly Omar (Guaminí, dez de setembro de 1911 – Buenos Aires, vinte de dezembro de 2013), foi uma cantora, atriz e compositora argentina de tango e folclore. Manteve uma ligação sentimental com o compositor Homero Manzi, que lhe dedicou o tango “Malena” apesar de que Omar garantiu que o “Sul” e “Só ela” assim como são inspirados nela. Em 1955, depois que o governo de Juan Domingo Perón fora deposto na Revolução Libertadora de 1955, Omar exilou-se e abandonar a sua profissão temporariamente.

Nilda Elvira Vattuone ―conhecida logo depois como Nelly Omar― nasceu em dez de setembro de 1911, pela fazenda “Arrojada” do público Bonifácio, jogo de Guaminí, na província de Buenos Aires. Foi um dos 9 filhos do capataz genovês Marcos Vattuone e tua esposa, Salustiana peso realpor. Em 1918, teu pai ―que tem êxito a guitarra― foi um dos organizadores e revendedores de bilhetes na exposição da dupla José Razzano-Carlos Gardel, que foi realizada no Teatro do Povo.

Após a representação, Nilda conheceu Gardel, de quem mais tarde argumentou: “Desde esse dia sigo e seguirei transitando pela impressão que nos deixou o nosso querido e atônito Tordo”. Apesar de seu vontade de ser aviador, desde a tua infância foi motivada por tua família para a música e estudou arte cênica, música e danças. Em uma entrevista, Omar fez referência a esse instante: “Eu queria ser aviador! Meus irmãos faziam voos de batismo, e um dia eu comentou ao meu pai: “Agora me toca a mim”. Ele me respondeu: “Você esperate””.

mas, após a morte precoce de seu pai, em 1924, teve de se mudar com tua família para a cidade de Buenos Aires, onde trabalhou em uma fábrica têxtil para auxiliar com a manutenção do lar. Eu me iniciei pela escola de meu povo, até que quando perdi meu pai, aos meus onze anos, nós fomos a Buenos Aires.

Antes de dirigir-se ao Teatro Colón meu pai deu-lhe um ataque cardíaco e minha mãe ficou com dez filhos, e aí começou a odisséia. Os advogados nos comeram o que meu pai havia deixado. E eu comecei a trabalhar em uma fábrica de 12 anos. Eu dirigia uma máquina de meias. Tinha que prender as agulhas em seus calcanhares.

Tinha vista, o fazia veloz. Enquanto a sua família tinha novas dificuldades económicas, Omar começou a fazer apresentações na sua faculdade de Palomar e numerosas apresentações no cinema Argos da rua Federico Lacroze. Também participou de um festival pra arrecadar fundos pro Clube Universitárias e, depois do sucesso de tua atuação, foi contratada pelo proprietário do cinema Argos. Em uma ocasião, foi ouvida por Ignacio Corsini, que disse que gostava de tua forma de cantar.

Casualmente, Nilda escolheu o nome de tua irmã para definir seu pseudônimo e para 1934, já havia se anunciado no programa de Henrique Muiño. Naquela época bem como obteve um apelido por divisão do ator Henrique de Rosas, que a definiu como A “voz distinto”. Em seguida, foi convocada pelo Rádio Belgrano pra encabeçar os horários centrais e realizou turnês por imensas regiões da Argentina.

Os pretextos de tuas apresentações radiais foram escritos por Enrique Cadícamo e o poeta Homero Manzi, durante o tempo que que também atuavam figuras como Libertad Lamarque e Agustín Magaldi. Em 1942, a Sociedade de Autores e Compositores lhe rendeu uma homenagem no local noturno Novelty, onde lhe foi entregue uma medalha e a consideraram “A voz dramática do tango”. Em 1946, realizou seu primeiro disco sob o patrocínio da companhia Odeon e com a ajuda de Francisco Canaro.

  • Não. 128 “a palavra”
  • José Carlos Farrera como Gutiérrez
  • seis Rússia perante Nicolau I
  • Nos divertiríamos muito se-lhe a ver o meu cu esta noite
  • oito Evita exagerar com o make-up

em sua carreira cinematográfica foi breve, e conta somente com 4 títulos. Em 1940, filmou o Canto de afeto, dirigido por Julio Irigoyen e com a participação do cantor Carlos Viván, com quem gravou 13 focos. Em janeiro de 1942, estreou Melodias da América de Eduardo Amoreira, onde interpretou “chuvas” de Cátulo Castelo e José González Castelo. Em 1951, dobrou a voz da atriz Mecha Ortiz no vídeo Minha existência na tua, ao longo da cena em que devia cantar um tango e a milonga de Enrique Santos Discépolo.

Uma única vez pela minha vida uma pessoa intercedeu para que me permitisse atuar em Rádio Splendid. Foi Evitada, e não em razão de eu o pedisse. Ela não entendia como não me concedido um espaço. Gostava de que forma cantava e muito mais do que cantasse as coisas nossas. Retribuí este gesto vai a milonga “A descamisada” e a marcha “É o povo”. Durante o mandato de Juan Domingo Perón, Omar participou das mais essenciais comemorações levadas a cabo pelo governo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima