"O Barça É O Líder Mundial Das Redes sociais" 2

“O Barça É O Líder Mundial Das Redes sociais”

Quando Dídac Lee (são paulo, 1974) fala das outras tecnologias e do Barça faz com paixão e entusiasmo. E é que este empresário tenha podido empregar-se a estes 2 mundos que em tão alto grau gosta. Lee, filho de pais chineses de Taiwan, quando estudava na escola imediatamente se dedica a reparar computadores.

Aos vinte e um anos, construiu tua primeira empresa, um provedor de acesso à web que foi o início do grupo Inspirit. A dia de hoje é o ceo desse holding construída por uma dezena de corporações de base tecnológica como Spamina, Conzentra, Zyncro, Intercomgi ou Leadzer. O outro mundo de Lee é de cor azul-grená. Reconhece que o Barça, que o ajudou a integre, pela Catalunha, e o seu sonho de criança era ser jogador de futebol.

No desfecho acabou sendo direcção do Futebol Clube Barcelona e, como não poderia ser de forma diferente, se ocupa de sua área tecnológica. Desde que decidiu empreender, além de fazer rentáveis tuas empresas bem como obteve incalculáveis prêmios, como o de Jovem empreendedor do Ano de Catalunya, Gironí de l’Any e, mais pouco tempo atrás, o Premi Nacional de Comunicació na ordem Internet.

o Quase inserir tantos prémios como o Barça? Os prêmios são porquê de orgulho e recebo muito gratidão. É uma honra para mim receber este reconhecimento. Na Catalunha, há muita gente que merece estes prêmios e o melhor de sempre não são tão populares, porque a figura do empreendedor é uma figura mais bem de pequeno perfil.

E os empreendedores não somos como os clubes de futebol, que têm que obter títulos e prêmios, nós temos que desenvolver organizações e devemos valorizar deste jeito. Mas eu acredito que ganhar um prêmio bem como é um estímulo, O estímulo maior do que um empreendedor pode ganhar é se dedicar ao que o apaixona e ser sustentável com isso. É como o do ovo e da galinha, não há uma resposta exata.

Todos nós nascemos com novas potencialidades e virtudes diferentes que você vai lustrando com o tempo. Mas não há dúvida que um se torna um empreendedor quando empreende. Quando você está diante de circunstâncias complicadas quando realmente se curtes. Assim sendo, a minha hipótese é que o empreendedor nasce, se faz e se transforma. Sempre tive uma amargura empreendedora.

  • 2018 – fevereiro de 2019: segunda a sexta-feira 19:00h às 21:00h
  • Plano de contingência
  • bate-Papo Santiago, eles não acreditam está respondendo
  • 4 milhões de utilizações do hashtag #EsuranceSave30
  • A tecnologia está em expansão, sobretudo nos transportes e comunicações
  • Utilize o site de busca avançado do Twitter
  • 1 Ajudas do Estado do bem-estar

Desde os 10 anos de idade, estava cada dia com os pcs e a universidade neste momento andava alguns pcs pra vendê-los. Já tinha alguma inquietação, contudo a minha intenção, no início, não era a de ser empreendedor. De anão eu queria ser jogador de futebol do Barça, mas muito rapidamente percebi que não era o meu.

Então, a minha intenção era a de formar uma empresa onde eu consiga elaborar e gerar meus aplicativos. E eu descobri o meu caminho. Encontrou o teu caminho e com 10 organizações espalhadas por o mundo todo. Por você, quais são as chaves de um ótimo empreendedor? Há muitas chaves que são capazes de ir bem para um, e não obrigatoriamente para outro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima