O Corte Inglês Acelera A Ofensiva Digital Para Ampliar Sua Base De Clientes 2

O Corte Inglês Acelera A Ofensiva Digital Para Ampliar Sua Base De Clientes

A revolução digital (e instabilidade) mudou a maneira de adquirir dos clientes. Os preços passam pra um primeiro plano e as outras tecnologias ocupam um local considerável no dia a dia dos clientes. Isso tem levado as grandes cadeias de varejo a fortalecer a sua estratégia no mercado digital.

Já o fizeram grupos líderes de Estados unidos, como Wal-Mart, e nesta ocasião o padrão se mudou pra Espanha. O desembarque da Amazon e o impulso da Inditex a loja online da Zara são acelerado esses movimentos. O Corte Inglês não é alheio a essas tendências e a maior cadeia de grandes armazéns de Portugal lançou uma ofensiva que lhe permita engordar no mercado digital. Três são as pernas da estratégia, explicam fontes da corporação: comércio eletrônico, redes sociais e conteúdo digital. Tudo isto, com o objetivo de entrar em algumas maneiras de comunicação com os compradores neste momento existentes e acrescentar sua base de freguêses potenciais.

No comércio eletrônico, a empresa é a que mais tempo está presente, por meio da web. Além de reforçar os conteúdos pela web, pôr em marcha recentes lojas e aumento da oferta, a companhia planeja abrir uma loja virtual pra outros países, além da Espanha e Portugal.

O grupo também possui se voltado pro marketing móvel, onde conta com no mínimo cinco aplicações. A principal, uma específica pra hipermercado, uma de eBooks, outra de vídeos interativos e outra, mais efetivamente do centro de madrid de Castellana. Efetivamente, o marketing móvel é a enorme aposta das grandes cadeias. Analistas do setor consultados consideram que esta é uma rua de avanço pras organizações de distribuição.

Algumas estimativas colocam em 3% o orçamento de publicidade em mobile marketing do El Corte Inglês. Nas redes sociais, a companhia reconhece os esforços pra aprimorar o seu ponto e ganhar calorias em outros públicos. Um modelo para aparecer aos adolescentes é a websérie intitulada “Testando Testando” estreou pela rede Tuenti.

Em conteúdos digitais também se mostrou muito dinâmico. Os acordos recentes com o Spotify (aliança para vender cartões de assinatura para o serviço de streaming de música) e Filmotech (construção de um vasto videoclube online) e a web bodaymas são alguns exemplos de busca de novos negócios. A companhia não desagrega os dados de vendas online. Apenas revelou algumas dicas do seu exercício de 2011: o web site recebeu mais de 122 milhões de visitantes, um 18,4% a mais, e teve um total de 3,oito milhões de usuários inscritos.

  • Planejar todas as estratégias e ações pra vir ao seu consumidor impecável
  • link To the site post título to the source URL, alternar Link Title to Source URL on
  • crie o seu web site em função de tuas necessidades e de seu gosto
  • pra Configurar o Google Analytics e o Google Search Console para vigiar seu website
  • 4 Eu gosto, mas inexistência algo
  • 2012: Cink,[20] Cink Slim,[21] Cink King,[22] Lubi2,[23] Kar,[24] Dea.[25]
  • PNB ataca jornalistas de NTN24 em Táchira.[805]

Maturidade: A queda da busca varejista vem acompanhada do lançamento do e-commerce. Neste assunto, os grandes grupos “buscam outros espaços”, explica Pepe Cerejeira, sócio da Rocha Salvatella e força as organizações a acelerar sua estratégia digital. Produtos se transformam em serviços: “O bem físico perde o valor”, diz Cerejeira. A estratégia multicanal que leva a cabo O Corte Inglês em Portugal tem um precedente nos Estados unidos: a transformação digital do Wal Mart, que conseguiu, em poucos anos, fazer frente aos gigantes do comércio eletrônico como a Amazon.

A decisão era claro: entrar no mercado digital ou esperar. De acordo com fatos da Bloomberg, o alarme pulou quando aumentaram de modo vertiginosa, o número de compradores do Wal Mart, que reconheceu ter comprado na Amazon. No último ano, e de acordo com um relatório da Kantar Retail, metade dos compradores do Wal-Mart, reconhecia ter comprado ao menos uma vez no gigante do comércio eletrônico. Então, o Wal Mart se pôs mãos à obra.

Criou a divisão WalmartLabs, com sede em Silicon Valley, e encabeçada por Jeremy King, ex-executivo do Ebay, com o encerramento de aprofundar esta ofensiva. Reforçou os laços entre sotcks na loja, na internet, e aplicativos de celular pra aperfeiçoar o curso de clientes que compram online e recolham tuas compras nos estabelecimentos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima