O Que É Isso Do Gastromarketing? 2

O Que É Isso Do Gastromarketing?

Ter uma bacana proposta gastronômica é importante, contudo não é sempre que garante o sucesso de um restaurante. “Antes de se dar de comer bem era o bastante. Hoje, quando foi homogeneizado o grau de propriedade, é muito mais complicado”, diz o empresário João Carlos Igrejas, um especialista pela matéria. Marca de sucesso hoje, em 2010 seus restaurantes Rias de Galiza e Cañota estavam a ponto de análise” e só lhes salvou a reinvenção. “Na data, o marketing era como um ente, Mas entendemos a intercomunicação como ferramenta que torna perceptível e vendável qualquer equipamento ou idéia”. “O que consumir bem é dada por feito.

estamos competindo em um mercado onde muita gente o faz bem, desse modo devemos procurar algumas formas de se notificar com o consumidor, para que escolham o nosso restaurante antes que o da concorrência. Pra essa finalidade, o marketing é fundamental”, diz Igrejas. O domínio digital, como em outros estilos de nossas vidas, alterou o conceito habitual de marketing. “É o acesso menos difícil, rapidamente e econômico pra que um restaurante possa gerar assunto no Facebook, Twitter ou Instagram, que são vias pra fidelizar compradores. “No século XX, os restaurantes são muito focados pela época gastronômica, cuidando do serviço e da cozinha.

  • 4 Crítica do estado estacionário
  • Contatos por intermédio do blog
  • 12:30.- CPF, CAIXA de Trabalho-REAL MADRID, segundo, Autonomicas
  • Organiza um concurso no Twitter

Quais são as chaves do novo marketing gastronómico? Não apenas física, mas também em um mercado/área de construir uma atividade mais potente do que o resto da concorrência mais próxima, possivelmente neste momento consolidada. “Um exemplo: entre 1990 e 2010, em Portugal fecharam diversos restaurantes de comida japonesa antes de completar 2 anos de existência, porque o público não gostava de comer peixe cru. Hoje são um sucesso visto que o mercado brasileiro amadureceu, todavia diversos investidores que apostaram sendo assim perderam teu dinheiro”, lembra Callejo.

Se o objeto e a cozinha não são bons, o fracasso é garantido. Uma questão que parece óbvio não é sempre que funciona como máxima. A decadência empurrou a pessoas estranhas ao setor, sem formação, pra abrir bares e restaurantes, só em razão de eram capazes de cozinhar em residência, um ótimo jantar pra seus amigos.

“Se não cozinha muito bem, terá de contratar um ótimo cozinheiro, todavia não qualquer um: um com conhecimentos de gestão de restaurantes, que exerça o controle de compras e o aproveitamento de produtos”, diz Callejo. O mesmo acontece com os empregados, “que são vendedores, não servidores; necessitam ter comido toda a carta e conhecê-la de memória para saber dirigir e direcionar os consumidores”.

Escolher o nome do restaurante poderá ser uma dor de cabeça, mas é fundamental. A data dos Paco’s passou pra história. Se você não tem muita imaginação, é melhor recorrer a profissionais pela matéria. Atualmente é uma porta de entrada para o nosso negócio e não se poderá fazer de qualquer forma. Precisa conceder uma fantástica impressão para atraí-los ao local”, cita Cabelo.

“É um problema de não colocar o menu e os preços no website; hoje, as redes sociais vão muito rapidamente do que a cozinha e cada um poderá pendurar a carta, não tem significado esconde-la. A primeira coisa que busca um consumidor é a carta e os preços. O Google está estudando ideal sem a necessidade de fazer um click no website do restaurante.

É o mais importante “, apostila Coquillat. Há que definir uma estratégia que se ajuste a imagem do local, com um toque pessoal e deixá-la nas mãos de especialistas. “E impedir ser muito comerciais, visto que, ao término, consegue-se o efeito inverso. Se, continuamente, estamos lançando ofertas, explicando o quão ótimo somos ou pedir que venham ao nosso restaurante só ficaremos nisso”, adverte Cabelo. Coincide Coquillat: “Não se poderá despencar no egocentrismo e transferir as mídias sociais só assunto próprio; há que doar valor. A maioria cai no defeito de se inclinar só conteúdos do respectivo estabelecimento”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima