Os Gadgets Que Vêm Após 'De Volta Pro Futuro' 2

Os Gadgets Que Vêm Após ‘De Volta Pro Futuro’

O futuro neste instante está nesse lugar. O grande sucesso, em 1985, de Volta para o futuro propiciou uma série de Volta para o futuro II, lançado 4 anos depois. A imaginação do roteirista Bob Gale, que levou o carro Delorean, transformado em máquina do tempo, a viajar às 4.Vinte e nove da tarde do dia vinte e um de outubro de 2015, a Hill Valley (Califórnia). Robert Zemeckis, diretor da série e co-autor, ao lado de Gale – os argumentos das três videos, disse que, na hora de sentar pra escrever o roteiro, houve “um futuro com piadas”.

não obstante, várias das desse jeito situações do roteiro estão integrando hoje pela vida cotidiana. Uma das mais importantes é a onipresença das telas e das comunicações por esta rua, como é o caso do Skype. E, como argumentou Gale em declarações ao The Hollywood Reporter, “tinha que ter apostado dinheiro de que teríamos de esta tecnologia.”

  • Quarenta e sete – Miyu e mini – boatos dizem que eles irão ao colégio
  • Fácil enxágue
  • De cala cala
  • 17 sinais que indicam que você é uma pessoa independente
  • dois Ano de 2017
  • um História 1.Um Os primeiros cães tipo beagle
  • 3 Fins religiosos
  • dois História 2.Um Pré-história

Na sua opinião, o futuro passa por o vídeo de alto alcance dinâmico (HDR em tuas siglas em inglês), que permite adquirir imagens mais adequadas às vistas pelo olho humano. “O estímulo é a reconstrução e distribuição em tempo real de modelos 3D em tão alto grau de pessoas, como de lugares e materiais. O foco é comprar uma representação hiper-realista e interativa de uma pessoa, com aplicações no serviço, pela educação e pela reabilitação”, enumera.

Uma das sequências mais inesquecíveis de Volta para o futuro II é a gigantesca tela em 3D pela rodovia, que ela é um anúncio de Tubarão 19, filme dirigido por Max Spielberg. Trata-Se de uma brincadeira: esse é o nome de um dos filhos de Steven Spielberg, que, por sua vez, é produtor executivo da série. O são possíveis estas telas 3D?

Como explica, “o espelho dirige o feixe do laser por meio do campo de visão, da esquerda pra direita. Durante esse movimento, a informação a respeito da imagem mudou. E, com esta idéia básica, conseguem ser enviadas imagens diferentes pros olhos do espectador, montando assim sendo um efeito 3D sem óculos”. Outro porte onipresente no video é a robótica, com andróides que trabalham no posto de gasolina, de garçons ou que passeiam cães.

“É claro que a tecnologia progride e nesta hora nossos robôs de ensaios são bípedes e têm braços com até 5 dedos, como os humanos, no entanto parece que não saímos de lá”. Um dos piadas mais celebrados do vídeo é a pequena pizza que se transforma numa família, após passá-lo por um aparelho denominado agente hidratante, que existe um método inverso à liofilização. José Miguel Mulet, bioquímico, professor da Universidade Politécnica de Valência e autor do livro Comer sem pânico, descarta que as cozinhas terão aparelhos desse tipo.

“É uma técnica muito utilizada na conservação de alimentos, de facto, toda a comida que levam os astronautas está liofilizado. Mas, dessa forma, não tem um aspecto muito bom, é de mingau. Para casos extremos, como naves espaciais, podes auxiliar. Mas não parece ser uma tendência de mercado, à margem das aplicações que você tem com alguns produtos, como o concentrado de caldo de carne, que tem de muita desidratação e os que não importa a aparência.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima