Porque É Que O Meu Cão Ou Gato Tem O Olho Vermelho? 2

Porque É Que O Meu Cão Ou Gato Tem O Olho Vermelho?

O olho é um potenciômetro, ou como se diz, é “o mais bacana espelho da alma”. O caso mais comum é a corpos estranhos, que penetrou acidentalmente sobre o assunto as estruturas oculares. Espinhos, pêlos, espinhos e restos vegetais, terra, areia,etc, são alguns dos exemplos. “Após uma análise minuciosa queremos encontrá-las, algumas vezes bastante escondidos em sacos conjuntivais, após a membrana nictitante (3° pálpebra) ou pela própria córnea.

O olho afetado está vermelho, lacrimea em excedente, e costuma existir blefarospamo (término reflexo das pálpebras). Além disso, o nosso fiel companheiro está melancólico e vem a nós em pesquisa de assistência”, comenta o nosso veterinário de cabeçalho Javier Álvarez da Vila. Os corpos estranhos conseguem ulcerar ou machucar a córnea (úlcera corneal). Mas as coisas podem piorar ainda mais, e o animal afetado, numa tentativa de apagar a dificuldade, poderá “autotraumatizar” o olho com suas unhas ou esfregando-se em móveis e eletrodomésticos com frenesi. O diagnóstico é primordial. Uma anestesia lugar do olho permitirá uma revisão oftalmológica através de luminosidade pontual e óculos de ampliação.

  • 7 Infecção pelo vírus da imunodeficiência felina
  • Brinquedos didáticos
  • Prisioneiros de campos de concentração
  • Categoria:Wikipedia:Wikipedistas por alimentação
  • Comida húmida
  • 1 Membros anteriores
  • dezoito respostas do Siri, que demonstra que os da Apple são um tesão

Uma vez descoberto o corpo humano diferente “intruso”, será extraído delicadamente e desse modo, o emprego de medicação tópica resolverá completamente a dificuldade. Outro caso, não inusitado, de olho vermelho é o glaucoma. Consiste pela elevação da pressão intra-ocular. Em casos clínicos graves, o olho pode apresentar-se vermelho com grandes vasos sanguíneos que convergem pra epiesclera (a camada mais externa da esclerótica). Também, o proprietário vê-lo como azulado. Este efeito é secundário a córnea, que perde a transparência, e a pupila se dilata, apresentando o cão ou o gato, em muitas ocasiões, pupilas de tamanho contrário se o defeito é unilateral.

Além do mais, o olho poderá estar dilatado e muito tenso à palpação digital. Nestes casos, o serviço Veterinário é importante. Um rápido diagnóstico, apoiado pela tonometria (medida da pressão intra-ocular), nos dará o diagnóstico precoce. Consequentemente, são implementadas medidas urgentes destinadas a diminuir a pressão intra-ocular que, de prosseguir permanecendo, danifica a retina e o nervo óptico, e, em conseqüência, a própria visão. Um caso animado de olho vermelho é a Thelaziosi. Antigamente chamada de doença do verme oriental, dado que aparecia no continente asiático. Nos últimos anos tem aparecido em países europeus e, entre eles, Portugal.

“Consistente em um verme nemátodo do gênero thelazia que transmite a mosca da fruta quando se alimentam das secreções lacrimales de mamíferos e humanos. É, assim sendo, uma zoonose, quer dizer, doenças transmitidas dos animais ao homem através de um hospedeiro intermediário, a mosca”, garante o veterinário do Centro Veterinário Victor de la Serna.

Como é natural, o olho está vermelho, irritado, e o animal, se sente incomodado. Na consulta Veterinária, depois da devida exploração, aparecem larvas brancas e finas, que se rebelam, respondem e sensibilizam muito rapidamente. É preciso eliminá-los com a assistência de pinças de Addson, irrigação profusa e bastoncillos oftalmológicos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima