Quem E Como São Os Empresários Espanhóis? 2

Quem E Como São Os Empresários Espanhóis?

Mais de 70% dos projetos anunciados são de empresários espanhóis, principalmente de Madrid, Catalunha e Andaluzia. Sendo assim, e graças aos dados divulgados na Brazil Startup, ‘The South Summit’, queremos fazer um perfil sobre isso como é o empreendedor português. Um 95% dos espanhóis, que participou no programa declara que foi lançado a empreender pela extenso quantidade de oportunidades que há nos dias de hoje, próximo com seu espírito empreendedor. Por diferente que pareça, em um ciclo em que a taxa do desemprego juvenil supera 55%, só 5% restante admite que é a inevitabilidade que o leva a empreender.

Na maioria dos casos, 80%, o empresário espanhol tem uma idade compreendida entre os 25 e os quarenta e quatro anos. Ainda desta forma, os maiores de trinta e cinco anos são mais decididos na hora de começar a formar uma nova empresa. Os homens têm mais iniciativa pela hora de montar um novo negócio que as mulheres, de acordo com a pesquisa. Estes fatos traduzem-se em 81% homens empreendedores contra 19% das mulheres.

Os espanhóis, que embarca pela formação de uma nova corporação são universitários em 90% dos casos. O resto contam com a Educação Secundária Obrigatória, ou tenham produzido algum curso de Formação Profissional. Antes de lançar-se na corrida pelo empreendimento, quase a metade dos entrevistados (49%) encontrava-se a trabalhar por conta de outrem. Um 33% imediatamente havia tido a bravura de criar seu próprio negócio, sempre que que 7% era estudante.

  • Dois Atividade diplomática
  • dois História 2.Um Pré-história
  • Informação legítima, e de amplo interesse para o murcianismo
  • 1 Vida e obra 1.1 Primeiros anos
  • Início da disputa civil peruana de 1884-1885

Longe do que parece aguardar, somente 9% se encontrava em circunstância de desemprego. Para representar esses detalhes, nós conversamos com 2 dos vencedores da edição de 2013. Por um lado está João Urdiales, co-fundador da empresa Jobandtalent, que recentemente fechou uma rodada de financiamento de dez milhões de euros.

Por outro, Jorge Schnura, co-fundador e vice-presidente de Tyba. Jorge Schnura (centro) e seus sócios-fundadores Tyba. Jorge ainda estava pela faculdade quando surgiu a idéia. Com alguns colegas começaram a formar o que hoje em dia é Tyba, um projeto que, por intervenção de uma série de algoritmos, entre em contato candidatos e empresas.

Em um primeiro momento, o aspirante se registra e, a partir de um filtro, são-lhe apresentadas as companhias em que o seu perfil se encaixa melhor. Terminado este passo, outro filtro novo, desta vez para os credores, entrega à corporação o currículo dos 15 candidatos mais de acordo com sua oferta. Schnura aconselha “firmar mais na realização do que pela exibição” na hora de empreender, ou seja, criar um projecto sólido, com expectativas e qualificado de regressar ao público.

Uma vez conseguido ou seja a hora de movê-lo, procurar financiamentos ou mostrar-se aos concursos para trabalhos necessários para que a iniciativa vai continuar. Os empresários têm de atrair essas alterações pra entrar pela vanguarda e atender a essas outras necessidades, e mais nesta hora que a economia está melhorando”. João Urdiales também começou a empreender sem ter terminado os estudos.

Em teu último ano de ICADE recebeu um prêmio da universidade, o que lhe permitiu dar o seu primeiro salto ao empreendimento. Uma loja de moda personalizada foi o seu primeiro projecto. Em só 3 horas, as mulheres podiam personalizar a roupa que queriam vestir pela oficina com o que tinha pela loja. A ideia agradou, duas lojas em Lisboa e uma em Sevilha isnad, entretanto, a dificuldade pra captar capital fez com que, ao sair ao mercado em 2008, em vez de desenvolver-se o projeto menguara, até que, enfim, o ultrapassou.

João Urdiales (esquerda) e o resto dos fundadores Jobandtalent. Após esse “fracasso pessoal”, conheceu teu atual parceiro, Felipe Navio, através de uma mídia social. Numa discussão, falaram sobre isto o problema de localizar trabalho na Internet e “nos colocamos simplória”, confessa Urdiales. Em 2009, criam e inglês antigo incorporou Jobandtalent, uma empresa para buscar emprego na web de modo muito simples, tanto pra candidatos como pras organizações. Mesmo assim, entre 2009 e 2010, de lado a lado dos quais 1.100.000, com isso, criam o item e levantam o negócio lendo como o principal destino do Reino Unido.

Já chegaram à América e contam com centenas de usuários e mais de 1.500.000 ofertas de emprego. Atualmente são fechou uma rodada de investimento de 10 milhões de euros que serão utilizados para se fortalecer pela América Latina e Estados unidos. Urdiales proporciona que há 3 aspectos comuns em todos os empreendedores: “a criatividade, que é a chave, um miúdo nível de aversão aos riscos, e a rebeldia”. Sem estes fatores, duvidosamente irão ceder esse “salto pra piscina em que só você domina onde e no momento em que você começa”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima