Universidade Da Califórnia, Em Berkeley (B. 2

Universidade Da Califórnia, Em Berkeley (B.

Universidade Johns Hopkins (Ph.D. Universidade da Califórnia, em Berkeley (B. A. Universidade de Delaware. Licenciada em psicologia e doctorada em sociologia, tem desempenhado inmensuráveis estudos a respeito da inteligência, especialmente aplicada aos domínios da seleção de pessoal e intervenção social. Atualmente, faz como professora de psicologia educacional pela Universidade de Delaware. Linda S. Gottfredson (nascida em 24 de junho de 1947, em San Francisco) é professora de psicologia educacional na Universidade de Delaware.

Obteve uma licenciatura em psicologia educacional na Universidade da Califórnia, em Berkeley, e um doutorado em sociologia pela Universidade Johns Hopkins. Publicou inúmeros trabalhos sobre o embate da capacidade cognitiva geral da desigualdade social e o desempenho pessoal em diferentes âmbitos da existência, inclusive o escolar, o trabalho e a saúde. Linda Gottfredson realizou abundantes estudos a respeito do fator g de inteligência geral, conceito apresentado por Charles Spearman, mediante o qual sugere um modelo bifactorial de inteligência.

Estudos a respeito da seleção de pessoal têm fornecido evidências suficientes pra dizer que o fator g é um indicador de peso do sucesso do serviço, essencialmente no que se expõe ao serviço que exigem um alto nível de qualificação. Linda foi uma das pesquisadoras que disponibilizou evidências empíricas a respeito esse último fato, apontando que quanto mais complexa for uma atividade, superior vantagem de fornecer um grau grande no fator g. Em seus posts Linda diz que há um certo mal-estar na comunidade por medir a inteligência das pessoas ou classificá-las de acordo com suas pontuações, em razão de a gente acredita que todos precisam receber o mesmo tratamento.

  • Criar Vídeo Marketing
  • 1 Declarações de personalidades
  • Fornecer diretrizes de ação e orientações pedagógicas sobre isto como obtê-lo
  • Segmentação do público-centro
  • O meio milhão de metros quadrados, dos ministérios vale 2.Duzentos milhões

Um dos seus postagens mais respeitáveis é o popular Mainstream Science on Intelligence. Mais tarde, Linda Gottfredson participou pela publicação de imensos postagens, entre os quais se localiza “What if the hereditarian activation is true? Assim como desejamos achar no post “Applying double standards to “divisive” ideias. Dessa forma, Linda Gottfredson argumentou um estudo atingido por Christine e. Geach, P. T. (1976). Reason and Argument.

Este usuário, bibliotecário, me denunciou por tais qualificativos titulando a sua denúncia de “ataques” e um bibliotecário me citou que qualificar o que diz o usuário é qualificar o usuário Tive a chance de esclarecer a regra linguístico desta política. Entretanto me chama a atenção que o bibliotecário que julgou a denúncia por me ter sugerido como moderar o tom de minhas expressões.

No tópico intervieram dois bibliotecários mais, que interpretaram que eu tinha feito provocações e que a saída de tom do bibliotecário com o que me comunicou primeiramente tinha sido uma reação a uma provocação minha. Isso me impulsiona a novas reflexões sobre a política de outrora. Porque, se esses bibliotecários: BetoCG (disc.

Saloca (disc. · contr. Lin linao (disc. · contr. Ecemaml (disc. · contr. Laura Fiorucci (disc. · contr. Queria fazer notar em conexão a essa norma, que está usando olhar como atenuante de um ataque pessoal uma provocação prévia ao usuário invasor. Não pretendo desconsiderar o episódio de que todas estas indicações já as dei nas respectivas páginas de usuário, de 2 dos bibliotecários que participaram, que se recusaram, explícita ou implicitamente, a me responder. Eu sei que o seu silêncio foi fundada em claro causa de que não podem apontar uma provocação mia prévia que gerasse a animadversão do bibliotecário com o que eu segurei o combate.

Mas isto deixa em nada a recomendação de pessoas que uma vez me orientaram que diante de uma inexistência às políticas, me comunicasse com os bibliotecários que as aplicam mal. Os bibliotecários envolvidos, tal com quem eu segurei o combate -BetoCG-, como Saloca, Ecemaml e Laura, perdeu em avaliar as ações próprias e/ou de terceiros, e, bem que não podem negá-la, por qualquer rodovia, assim como não o reconheceram, e isto é perigoso.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima